quinta-feira, novembro 18

mais uma velhinha

Eu me lembro como se fosse hoje. Eu devia ter uns 15 anos, morava em Lindoia, numa casa de esquina. E na casa vizinha, tinha uma velhinha. Diziam que ela era gaga. se era, eu nao sei, mas eu gostava de ir la conversar com ela.

Toda vez que eu chegava la, ela dizia:

_ Como foi que voce conseguiu chegar aqui na fazenda (?) ? Voce nao sabe que tem onca por aqui...Tome cuidado menina!

E eu ficava la, ouvindo as historias de uma vida que ja nao existia mais...

5 comentários:

  1. eu adoro conversar com os velhinhos para ouvir essas histórias antigas... aqui eles lembram mto da infancia na guerra, cada história triste...

    bjs e bom dia

    ResponderExcluir
  2. e sao histórias tao fabulosas quanto aquelas que uma criança gosta de imaginar.
    uma ótima combinação.

    agora, a Srta me dizer que me admira por estar na Alemanha com meu marido, numa cultura ocidental e sem filhos? moça, já se olhou no espelho hoje? =P Mas, obrigada! é bom valorizar certas coisas de vez em qdo.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Inaie,
    Bons tempos... pelo menos estas histórias era sinceras. Hoje em dia a gente vê cada história maluca de caso pensado.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  4. Inaie

    elas falam do passado como se fosse ontem..repetem sempre a mesma história...mas quanta sabedoria em suas palavras não??

    beijocas

    Loisane

    ResponderExcluir
  5. Inaie, querida!
    Que lindo... emocionante... fiquei estagnada aqui imaginando... como é essa vida, né?
    Um dia também chegaremos lá, é o curso da vida...

    Estou no Repouso das Letras!
    Venha me ver!

    http://repousodasletras.blogspot.com/2010/11/ao-final-do-dia.html

    Beijos!

    ResponderExcluir