sábado, outubro 25

Halloween 2014



Eu falei pro vizinho parar de nos provocar...

We did ask the neighbour to stop annoying us!!



Hungry, anyone?

Alguém está com fome?

     
Adams Family



My sexy Gomez



E os Vampiros chegaram

The Vampires are here!



A bruxa matriarca

The mother of all witches



My gorgeus, sweet friends - a small representations of the Olmsteads...

Meus queridos amigos não poderiam deixar de vir!



Um vampiro, dois vampiros... Peraí... É o mesmo vampiro?

One Vampire, two vampires... WAIT! Vampires reflect?



Manja que te fa bene...



Mira, always gorgeous...

Sempre linda!



From the 20's...

Recem chegada dos anos 20!!



Concentrated beauty...

As belas da festa!



This Vampire stole my Tuesday Adams

E o Vampiro roubou a Tuesday Adams...




Acho que tem alguém infiltrado nesse grupo de meninas...

Only our girls!




Fim de festa...

End of the party!

quarta-feira, outubro 15

minha mãe / my mum



Minha mãe está vindo trabalhar comigo todos os dias, e tem me ajudado bastante.
Hoje, antes de sair de casa, eu pedi:
- Mãe, vc pode vir comigo? Eu preciso que você faça sauinhos de batatas.
Ela foi.
Uns minutos antes da minha vendedora chegar, fui conferir os saquinhos ( que nós damos para os clientes durante as visitas de vendas).
- Mãe, cade os saquinhos?
- Não sei. Que saquinhos.
- Os de batatinhas. Que eu pedio para você fazer...
- Ah! Não fiz. Reciclei todas as latinhas de alcool.



My mum is coming to work with me every day, and she helps a lot.
Today i specifically needed help with some chips bags and asked her if she could come and make them.
A few minuets before I had to get them delivered, i went to check on her progress:
- Mum, where are the chips bags?
- What chips bags?
-The ones I asked you to make.
- I decided to do something else... look, I recycled all the sternos...

terça-feira, outubro 14

Lingua de Trapo / Foot in my mouth



O meu dedetizador veio aqui na cozinha hoje e me disse que a vendedora dele não trabalha mais lá.
Fiquei triste e fiz um comentário:
- Ah que pena! Eu gostava muito dela. O pessoal do seu escritório foi muito grosso comigo e ela deu um jeito nisso rapidinho.
- Que foi grosseiro com você?
- A Lisa.
- É minha esposa...


Então você deve saber do que eu estou falando né????




My pest control guy came to the kitchen today and told me his sales person left.
I was said and mentioned:
- I had a problem with one of your phone people being rude to me, but Gloria fixed it pretty quickly.
- Who was rude?
- Lisa
- Ah...she is my wife...

Oh dear... so you know what I am talking about...

domingo, agosto 24

Recolhendo tudo / Pick up



Parte do trabalho que nós fazemos é recolher tudo que sobrou da refeição. Travessas, saladeiras, potinhos de molho, talheres, cestas de vime, toalha de mesa, guardanapos...
Nós levamos um carrinho com duas caixas grandes de plastico e colocamos tudo ali, aí levamos para a cozinha, one tudo é lavado, desinfetado e fica pronto pra próxima entrega.
 Essa semana cheguei para fazer a "coleta" e me dei conta que tinha tirado o carrinho e as caixas do porta malas. O cliente fica a 30 km da cozinha - voltar para buscar não era uma opçao.
Não tive duvidas. Entrei, levantei a cabeça, agi com a maior naturalidade do mundo: organizei tudo, empilhei as coisas, desdobrei a toalha, fiz uma "trouxa" e saí de lá como uma retirante, com tudo amarrado na toalha de mesa azul, que é marca registrada do nosso serviço.

Acho que foi a cena mais ridicula que eu já protagonizei nessa cozinha. Espero não me superar!

##############

Part of the work we do is pick up all mess after the breakfast or lunch. Chaffers, bowls, jars of sauce, cutlery, wicker baskets, tablecloths, napkins ... 
We take a trolley with two large plastic boxes and just box everything, then take to the kitchen, where everything is washed andsanitized. 
 This week I went to do my pick up and  realized I had taken the dolly and boxes of the trunk. The client is 30 km from the kitchen -  There was no way I would be able to drive back, get the things and make back in time.
After considering several options ( sit on the curb and cry/ quit the job/ call them and say I had an accident/ pray for a miracle) I finaly came up with a solution. I walked in, head high, acting as it was just another routine pick up, I organized everything, piled things up, unfolded the table cloth, wrapped everything in it, and left like a gypsy.  


I think it was the most ridiculous thing I had to do in this job. I hope I don't have to exceed my level of ridiculousness any time soon. 

quinta-feira, agosto 7

O zoológico escatológico / The scatological zoo



A nossa casa tem animais lindos!
Our home has amazing animals!

Mia é a nossa primogênita. Vive conosco há 6 anos e já morou na Nova Zelandia, Bahrain e agora é um cachorrinho americano.



Mia is the oldest. She has been with us for 6 years now and lived in New Zealand, Bahrain and is now in Arizona.



O Simba chegou em Novembro. Ele ainda é um bebezinho, mas já conquistou nossos corações.

Simba came to our life around November, he is just a kitten, but we love him dearly.



Sammy foi presente de Natal ( de um vizinho) e eu sou louca por ele!
Sammy was my Xmas gift ( from a neighbour)  and I just adore him.



Todo mundo é paparicado nessa casa.
They are all spoiled here...



They get the best sits on the sofa...
Eles tem os melhores lugares na sala de TV...


Mas a igratidão parece imperar nessa casa!
But they are so ungrateful, sometimes I have second thoughts...

Essa semana minha família viajou e o Simba e a Mia resolveram fazer coco nos lugares mais imprevisíveis. No carpete da sala de TV, nos tapetes persas que nós trouxemos de Bahrain, na sala...

This week Fabio and the girls were travelling and Simba and Mia decided to poo in very "creative" places to show they miss them. They pooped on the Tv room carpet, on our Persian rugs, in the living room...


Como se não bastasse, esxqueci a porta da sala entreaberta e o Sammy aquela tartaruga safada entrou em casa, foi se esconder embaixo da minha mesinha de canto e derrubou meu jogo de chá iraniano - que tem copos coloridinhos e felizes...
As if it was not enough, I forgot the living room open and sammy that stupid tortoise decided to come inside and hide under the side table - and threw my Iranian Tea set on the floor...

E para fechar com chave de ouro, eu me dei conta que não tenho forças para carregar esse bicho enorme, então o coloquei em um cobertor e arrastei-o pela casa ( sob a supervisão da Mia). Claro que antes de chegar fora da casa, o Sammy ficou com medo e fez um xixizão na minha sala!

Se vocês acordarem e todos os animais tiverem sido doados ao zoologico local, nãos e assustem!

And to close the day on a hogh, I realized I am not strong enough to carry Sammy out, so I put him on a blanket and dragged him out ( under Mia's close supervision). The beast felt treatened and peed all over the living room. YAY... NOT!

Don't be surprised if OI make "that"phone call to the local zoo today...



domingo, julho 27

E finalmente perdi a paciencia e demiti meu cozinheiro bocudo na sexta feira. Passei o fim de semana todo entrevistando gente para a vaga. Complicado conseguir alguém que possa começar imediatamente. E que pareça bom. E que more relativamente perto. E que tenha experiência... e...
Na segunda um outro cozinheiro começou a trabalhar. Ele tem experiencia, acabou de chegar na cidade e parece um cara honesto. Ele é da igreja Mormon e eu tive que ouvir todos os meus amigos Mormons dizer que ele só pode ser uma pessoa maravilhosa, já que ele é membro da igreja.
Já cansei de dizer que na igreja tem gente boa e gente ruim - assim como fora da igreja também.
Na terça feira eu descubro que o cara toma três onibus e passa duas horas dentro deles para chegar no trabalho. Quatro horas por dia - ida e volta.
Não consigo imaginar esse sofrimento todo e OFEREÇO dinheiro para ele se mudar para perto da cozinha. Dou a grana para ele e logo no dia seguinte o fofo desaparece.
Com a grana, claro.
No prejuízo, lá vou eu para a cozinha, fazer almoço para 25 pessoas. Isso mesmo. Bem no dia que tinhamos um cliente novo, com um pedido relativamente grande.
La fui eu. Eu. Na cozinha. Com panelas, ingredientes e um pedido para as 11:30 da manhã.
Como não sou besta, ligguei pro meu franchisor, coloquei o cara no viva voz e depois de duas horas, o almoço estava prontinho para ser entregue.
A conversa foi otima:
- Corta o frango.
- De que tamanho?
- 1 cm
- Pera... Assim? ( e lá ia foto pelo telefone)
- Agora põe limão.
- Quanto?
- Sei lá Inaie. Experimenta. Ve se tá bom...
- E como eu sei se está bom?
Foram longas duas horas. Para nós dois!

 Meu motorista também não tem aparecido, então eu botei tudo no carro e fui fazer a entrega também.

Hoje a minha empresa é uma banda de um musico só. Musico que não sabe nem tocar instrumento nenhum, nem cantar nada... mas vamos que vamos!



I finally lost my patience and fired my cook on Friday.  I spent the whole weekend interviewing new people for the job.

On Monday I had someone else chosen for the job and he started right on time. He cleaned, he scrubbed, he prepared a couple of things and I was happy with the outcome.
He worked for the Ritz Hotel before, has some experience, just arrived in town and seemed to be happy to get a job. I was happier.
He is Mormon and my Mormon friends kept telling me how lucky I was to have him on board and how God was going to bless me and our kitchen.
I believe there are good and bad people in the church - exactly the same as outside the church. Being religious does not mean you are good. And obviously, being an atheist does not make you bad.
On his second day I found out he lived far away and was spending 4 hours a day on a bus. I could not imagine such sacrifice, so I offered to give him an advance, so he could move closer to the kitchen and be at work without such effort.
The very next day he did not show up to work, and we had lunch for 25 people to serve.
I can't cook. The client had to have the food delivered to them. I was in a real pickle.
So I called my franchisor, got him on a speaker and after two hours we had this wonderful meal cooked for the client.
I did not have a driver either, so after cooking, I put the food in my car and delivered it!
Today my kitchen was an one man band. A man who is actually a woman, is tone deaf and can't sing to save her life.
But we survived...

And tomorrow I will have another cook hired. And three different orders to deliver!

terça-feira, julho 22



Tenho uma confissão  a fazer. Daquelas que não vais me deixar nem mais "gostada", nem minimamente popular, nem vai me ajudar a ter a simpatia alheia. Mas vamos lá...

Eu não gosto de gerenciar gente.
Simplesmente não gosto.
Acho que cada um deve saber o que fazer - e fazer a coisa certa. Não me importo de treinar as pessoas. Mostrar como é prá ser feito. Até aí eu vou bem.
O caldo entorta quando eu tenho que usar a estratégia da cenoura ou da vara de marmelo.
Ora façam me o favor!
Não sou capataz nem apresentadora de programa de auditório para distribuir prêmios.
Mais uma vez, não me entendam mal. Eu acredito em avanço profissional e freconhecimento por trabalhos bem feitos. O que me deixalouca é esse ambiente de jardim de infancia onde você dá estrelinhas e manda o funcionário pensar no canto da sala...
Mas como a vida muda o tempo todo, aqui estou eu, brincando de empresária dona de cozinha e tendo mais uma vez que gerenciar pessoas.
Dessa vez, para piorar a minha situação,  gerencio pessoas com um nivel educacional muito mais baixo. Cozinheiros, entregadores.
Como somos uma empresa que está começando, deixei mais do que claro que todo mundo precisaria ser treinado em todos os trabalhos, para "vestir"o chapéu do outro, caso necessário.
De repente o carro da minha melhor entregadora pifou e eu tive que pedir a ajuda do meu cozinheiro e da minha vendedora ( que é um anjo e se prontificou a ajudar sem reclamar).
O cozinheiro começou a falar entre dentes, "macetar" coisas no chão, tratar o equipamento da cozinha com grosseria e falar foda-se o tempo todo.

Respirei fundo, arrumei as entregas, dei uma rezadinha básica, enfiei tudo no carro e fiz as entregas sozinha. As minhas e as dele.
Me saí super bem. Recebemos muitos elogios e deu tudo certinho.
HA! O fofo ganha por hora.
Já disse que eu não gosto de gerenciar gente? E que eu tenho um gênio de lascar?

Pois é!



I have a confession to make. One that will not make me more popular, or more like-able. A confession I should probably keep to myself, but my mouth is always bigger than it should be...
 I do not like managing people. 
Simple as that. I just do not like it.
I think every one should know what to do - and do the right thing. Don't get me wrong.  I do not mind training people. Give them guidelines. Set expectations. That's all good. 
The problem starts when I have to use the carrot/stick strategy.  Prize and punishment for performance?
I believe in recognition, in career advancement and all sorts of rewards for a job well done, but I feel the corporate world became more like a kinder garden environment where you reward grown ups with stars and stickers.
But as life changes all the time, here I am, playing businesswoman housewife kitchen and having more time to manage people. 
As we are a company that is starting, when hiring, I made it clear that everyone would be cross trained and required to step into each others shoes, when required.
This week, my best driver's car broke and I had to ask  my cook to help me with deliveries.
The cooks was obviously unhappy about it and started complaining about distances, waiting periods, volume of work...
He was slamming things in the kitchen and swearing more than normal.
I had no doubt. I put it all in my car and made all deliveries for the day. And the next. And the following.
I know things will get even worse, there is nothing much to do about it and I should start looking for his replacement.

Soon.

I told you I do not like managing people? Well, I don't. And I have a temper.