sexta-feira, dezembro 21

Ultimo post sobre a Arábia Saudita/ last post about saudi Arabia

Queridos, antes de começar a falar feito uma matraca, quero pedir desculpas pela impressão errada que dei no post anterior.
Recebi vários recados e e mails preocupados com o nosso estado de saúde. Estamos todos otimos. lia está bem.
Fomos ao hospital por que somos jacú e nos falaram que era chic... Fomos conferir. passeio turistico mesmo. Só não levamos a farofa por que o hospital tem dois restaurantes ( um italiano e um japonês) e um café.
Agora vamos voltar á minha tietagem descontrolada...

My friends, before I start going on and on about Saudi and everything different I saw here,  I apologize for the wrong impression  I gave you all in the previous post.I received several messages and e mails  from people concerned about our health. We are all great. lia is really fine.We went to the hospital in Saudi because someone told us that it was something I probably never saw before ... We were checking out. It was simply a tourist ride .
Now I can go back to my mind blowed impression of Saudi ...

A Saudi Aramco é a maior empresa de petróleo do mundo. Inicialmente ela era uma joint venture entre a Arábia Saudita e uma companhia de petroleo da califórnia. Hoje a Saudi Aramco é 100% Saudita.
Mas por que eu estou escrevendo isso? To ganhando comissão para fazer propaganda?
Na, na ni na não!
O blá blá blá é para falar do condomínio que pertecnce á compania e onde os funcionários ( a grande maioria expatriados) mora.
Na Arábia Saudita mulher não dirige. Dentro do condomínio da Aramco mulher dirige.
Na Arábia Saudita não tem cinema. Dentro do condomínio da Aramco tem.
Na Arábia saudita mulher tem que usar abbaya. Dentro do condomínio da Aramco não precisa.
E a lista é imensa. Tem até mulheres de biquini na piscina. O condomínio é na verdade um Oásis no deserto. literalmente.
As casas são antigas e não tem nada do glamour da Arábia. Nada de marmores, granitos e pés direitos imensos. Andar por aqui é como estar num bairro simples dos Estados Unidos.

Saudi Aramco is the largest oil company in the world. Initially it was a joint venture between Saudi Arabia and a californian petroleum company. Today Saudi Aramco  belongs 100% to Saudi Arabia.But you must be asking yourself why the hell I am writing about this company, right? You must be wondering if they are paying me for the advertising.
The blah blah blah is to talk about the compound where most of Saudi Aramco emplyees live.
In Saudi Arabia women can not drive. Inside the Aramco compound they can.In Saudi Arabia there are no cinemas. Inside the Aramco compound there is one.In Saudi Arabia women have to wear abbaya. Inside the Aramco compound they don't have to. The list goes on and on.  There are even women in bikini by the compound's pool.
The place is an oasis in the desert. literally.
The houses are old and have none of the glamor of Saudi Arabia. No marble slabs, granites mansions. Walking here is like being in a simple American neighborhood.
.
 
Dá uma olhada nas casas. Simples, com os seus jardinzinhos verdinhos, sem nenhuma pompa ou circunstancia.Nessas casas, engenheiros e profissionais da área petrolífera moram com suas familias, como se morassem num suburbio americano.
 
Look at these houses. They are very simple, have their front garden green as in any neighborhood in the West. In these houses, engeneers and other oil professionals live with their families as if they were not in the Golf.

Mas ali, dentro dos muros do condomínio, está o único cinema do país.
This is the only movie theatre in the country.

 
E um parque com um gramadão verde, pra criançada brincar, como se aqui não fosse um deserto só.
And green grass, like we were somewhere else...


Tem boliche ( além de todos os esportes possiveis e imagináveis)
There is a bowling alley and any sports you can think of.

 
Depois da Aramco, fomos ao shopping centre. Vi lojas de todos os gostos e para todos os bolsos. Grifes, roupas arabes, perfumes e joalherias.
Mas o que mais me interessou foi perceber que só os homens se sentam nos cafés e nos restaurantes.
As mulheres tem uma salinha separada ( e fechada) onde elas podem ficar mais a vontade. Mais uma vez, estamos falando das áreas familiares. se homens quiserem acompanhar suas mulheres eles podem, mas o pedaço é delas. Ali elas podem tirar o lenço da cabeça se elas quiserem, podem conversar, rir e se divertir ( com outras mulheres ou com homens da familia : pai, irmão, filho ).Nada disso é permitido em áreas publicas.

After  visiting Aramco, we went to a  shopping center.There are stores to cater for all tastes and all pockets. There are well known brands, arab clothes, perfumes and jewelry. There is a bit of everything here.But what intrigued me, was to see only men sitting in cafes and restaurants.Women have a separate small room (and closed) in the back of the cafés and restaurants, where they can sit. Once again, we are talking of family areas. If men chose to accompany their wives, they can but the place is a "lady domain". Here they can get the head scarf off if they want, they can talk, laugh and have fun (with other women or men of the family: father, brother, son). But none of this is permitted in public areas.

 
Quando chegamos no shopping, eles estavam começando a construir uma casa típica Saudita ( como elas eram feitas antigamente, claro)
 
When we arrived at the mall, they were starting to build a traditional Saudi house ( the same as they did in the old days)
 
Uma hora depois, as paredes já estavam levantadas e a casa estava praticamente prontas. Fiquei impressionada pela rapidez da construção e triste de ver a idade do pedreiro responsavel pela obra. Ele deveria estar em casa, de meias de lã, assistindo TV, não trabalahndo pesado. :-(
 
One hour later, the walls wer alreadt up. I was impressed by the speed of the construction and devasteted to see an old man building it. He should be home, watching TV with his family, not working that hard!
 
 
Melhor a gente ir embora, antes que alguém leve chibatadas por colocar a perna de fora...
we better go back home, before "somene"gets a beating for showing too much leg...
 
********
 
Antes de nós irmos embora, o Senhor M deu 130 dolares  de presente pra cada uma das minhas filhas. Elas quase não acreditaram...
Before we left, Mr M gave each of my kids US$ 130 as a gift. They could not believe it...
 
***********
 
Em tempo: o comentário do manoel me fez perceber que eu comi uma bola e tanto! Esqueci de dizer que para entrar no condomínio da Aramco você passa por uma segurança digna de quartel militar.
Guardas armados fazem a segurança do lugar, e para entrar você tem que ser residente, funcionário da Aramco ( mesmo que não more lá), ou convidado do morador.
Na guarita o guarda confere seus documentos ( e tem que ser documento oficial e com foto, nada de querer apresentar a carteirinha do zoologico), e se você não for nem residente nem funcionário, o guarda não te deixa entrar até falar com o morador que te convidou.
Não tem "jeitinho" prá entrar ali não.
 
 
I just read Manoel's comment and realized I made a big mistake, and forgot to mention how strict is security in the compound.
To get in, you have to live there, be employed by Aramco or be a guest at one of the houses. The security personnel are serious about their game.
You need to show an id document ( and do not try to show your zoo card, it will not work, I can assure you), and they will only let you through the gate after they speak to the resident.
 
 

10 comentários:

  1. hahaha
    essa da Anita foi show! amei o post. Bom saber q tudo esta bem por ai.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Inaie, que coisa de louco isso aí. Já pensou alguém do povão mesmo entrar nas dependencias da mulherada de biquini? Pela rigidez moral, acho que o cara "infarta", rs.
    Anita, esconde essa perna aí menina senão a turma corta, kkk!
    Muito legal essa sua reportagem. Sem essa oportunidade de ler seu blog, pela mídia eu nunca saberia disso tudo. O que é a cultura dos povos, não é?
    Um abração
    Manoel

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais de viajar com você, amiga! Especialmente por dois motivos: primeiro porque sei que era algo que você queria muito. Depois, porque sei que essa é uma viagem beeeeeemmm distante das minhas possibilidades.
    E que bom que o hospital foi "passeio de jacu"! hahahahahah
    Beijoooo

    ResponderExcluir
  4. Que interessante essa cultura. Esse condomínio é tb interessante, afinal, estrageiros não deveriam ser obrigados a seguir os costumes do local.

    Adorei as fotos e se construção no Brasil fosse assim, a maioria dos pobres já teriam suas casas no programa de casas populares rs...

    Kisu!

    ResponderExcluir
  5. Haha! Maluca! Fiquei na dúvida porque te conheço um pouco... sei que vc é doida o suficiente pra visitar hospital por lazer, mas que também é bastante cool pra lidar com doenças de forma engraçada.... Que bom!!
    Beijao

    ResponderExcluir
  6. Adorei!!! Queria tanto ter um amigo M pra me levar para passear na Arábia Saudita :-).

    ResponderExcluir
  7. Eh, Inaie! Passa o contato de seu amigo M e da mulher dele! quero fazer uma visita tb! =)

    ResponderExcluir
  8. Nossa!! Único cinema no país? E tem gente reclamando da cultura no Brasil!! Gostei demais de saber das particularidades da Arábia e do condomínio que possui leis próprias, mesmo estando em um pais tão restritivo. Que moral!!
    Não sei se comemora natal, mesmo assim venho lhe desejar um rico e abençoado natal, cheio de alegria e afetividade!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  9. Acho q vou mandar meu cv para essa cia.

    ResponderExcluir