segunda-feira, maio 21

E aí eu acreditei! And then I believed...

Eu não sou religiosa. Acredito em Deus,  respeito todas as religiões, mas prefiro nao ser "catequizada". Não gosto que as pessoas tentem me converter a suas crenças, por mais que elas acreditem que essa seja a minha única salvação.
Mas como eu ando monotemática, vou falar de novo da dor de estomago "indiagnosticável" da Lia. Essa mesma dor que está me deixando louca.
A naturopata cortou a maioria dos alimentos da dieta da menina e quando ela vai a consulta, a Lia se sente melhor, mas quando nós voltamos prá casa, parece que a dor piora. Dizem que é assim mesmo, que tem que ficar pior para depois melhorar. Coração de mãe não dá conta disso não.
Piorar não e palavra que entre no nosso vocabulário sem causar xiliques.
Além da naturopata, eu tentei também manipulaçào visceral, outra medicina alternativa. Meu sogro e meus cunhados ( todos médicos que me perdoem), mas quando a alopatia falha, as mães apelam prá qualquer coisa.
O negócio é que essas outras coisas estão ajudando, mas nao estão resolvendo. E vendo o meu desespero, a Tina, do Meu Cantinho na Roça, ofereceu para rezar comigo pelo facebook.
Juro! Nós duas nos juntamos em oração por uma rede social da internet.
E a minha filha, pela primeira vez, dormiu uma noite inteira de sono.
No dia seguinte, meus anjos da guarda Silvana ( que é um ser iluminado e um dos mais espiritualizados que já cruzou o meu caminho) e Renata, vieram rezar comigo outra vez.
Você me conhece pessoalmente? Já me viu rezando? Pois é!
Lia viu. E deve ter achado que ela estava a beira da morte, por que a mãe descrente se meteu a rezar e pedir a Deus que tire a dor dela. A bichinha deve ter morrido de medo, mas o fato é que acreditando ou não acreditando, as orações foram as únicas coisas que tiraram a dor da Lia.
No dia seguinte ao "grupo de oração" na minha sala, que foi seguido de orações do grupo da Tina, lá em Minas Gerais,  e de preces dos amigos virtuais que também estão comigo, a minha filha voltou a ir a escola.
Depois de duas semanas sem poder sequer ir á aula, ela voltou a rotina dela. E foi jogar futebol ( chegou em casa morrendo de dores, mas aguentou a partida toda). Prá quem não conseguia trocar dois passos, essa foi uma vitória e tanto.
Dona Cirlei ( minha mãe) , que é atéia, tambem teria ficado de boca aberta e queixo caído. Juro!

***************************

I am not religious. I believe in God, respect all religions, but I'd rather not be "catechized". I do not like people trying to convert me to their beliefs, even if they believe that this is my only hope.
But if you thought I was finally changing the subject and that I will now talk about something else than Lia's pain, you are wrooooong, my friend!The naturopath forbid most foods in her diet. When we have an appointment with her, Lia feels better, but when we go home, it seems the pain worsens. The naturopath who we sweetly call "the witch" says it has to get worse and then improve. This ia very hard on a mother's heart.

In addition to our visits to the witch, we are also trying visceral manipulation, other alternative medicine. My father and bothers in-law (who all happen to be  doctors  will have to forgive me), but when allopathy fails, mothers are allowed to try anything they want.The thing is, these things are helping, but are not resolving the problem. And seeing my despair, Tina, from "meu cantinho na Roça" offered to pray with me on facebook.I swear! We both come together in prayer on a social network site.And my daughter for the first time, enjoyed full night's sleep.The next day, my guardian angels Silvana (who is the most enlightened being that have crossed my path) and Renata came to pray with me again.You know me personally? 've Seen me praying? I know you haven't.
But Lia saw it. And  she must have thought she was dying,  because that could be the only explanation for her mother to pray and ask God to take away her pain.

The fact is that believing or not believing, the prayers were the only thing that took away Lia's pain.The day after we held the "prayer group" in my TV room, (which was followed by prayers of several virtual and "real" friends, my daughter went to school again.After two weeks living a nightmare, she returned to her routine. And it was playing football (he came home in horrible pain, but endured throughout the match). For who could not take two steps, this was a major win.Cirlei (my mother) who is an atheist, would also be amazed if she was here. I swear!

21 comentários:

  1. A fé e oração só podem fazer bem!!! Que bom que ela está melhorando e a Tina é mesmo um doce de pessoa! beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Aii q alegria!!!!

    Entao, se cumpre a Palavra quando diz, q quando duas pessoas oram em Nome do Senhor, alì esta Ele! e Ele sò fez esse MIlagre porque vc, teve FE! Isso comprova tbm o fato de Deus existir e ouvir as nossas oraçoes! Fico tao mas tao feliz por tudo, louvo a Deus e agradeço pela Lia, pois mtas vezes tive dor de estomago, dos medicos virem me medicar em casa e eu me contorcer encima de uma cama, e sei o quanto e sofrido. Feliz feliz pela Lia!
    Beijao amiga. Deixa seu e-mail pra mim la no blog, pois ja comecei a excluir postagens, estou imprimindo. beijos.

    ResponderExcluir
  3. E que ela melhore de vez...
    Amém!

    ResponderExcluir
  4. Inaie, eu sou daquelas que acredita que somos do tamanho dos nossos sonhos e conecto isso com minha fé.
    Eu tenho MUITA fé que a Lili vai ficar bem e não esqueça que tb estou em oração por ela.

    Pra mim, amor, fé, Deus tá tudo junto e misturado! :) Diga pra ela que tem gente no mundo tooodo pensando nela, viu?
    Beijo grande!!!

    ResponderExcluir
  5. Lindo depoimento amiga!
    Acredito que a oração tem poder...
    Tenho certeza que a Lia ficará
    completamente boa.
    Abraços! Tudo de bom pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Inaie
    As energias que emanam das orações são como remédio "de verdade". Eu creio num Deus que pode estar em qq igreja ou culto, mas que não me pede nada e só me dá coisas boas. Eu acredito em mentalização, em pensamentos positivos e tenho certeza que a Lia vai ficar cada vez melhor!
    Um super abraço e pensamentos positivos!!!!

    ResponderExcluir
  7. Se tem uma coisa que eu, como cientista que trabalha tanto com física quanto com medicina me convenço a cada dia eh que tem uma coisa la fora, uma coisa grande e extremamente poderosa, chamada fe... E ela move montanhas, literalmente!

    A biblia diz que quando dois ou mais oram em concordância, aquilo sera também sera feito no céu... Entao eu me uno a oração de vocês (alias, qual o seu facebook? O meu eh Luana Bacci, na Bélgica)

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Confio muito nas boas energias, independentemente de qualquer crença. Se é pro bem da Lia, o agnostico aqui também vai rezar!! Amém!
    bjos

    ResponderExcluir
  9. "Há mais coisas entre o céu e terra, Inaie, do que sonha a nossa vã filosofia".
    Também não sou religiosa, mas como disse o Ernani, eu acredito em energias (boas e ruins). Na verdade acredito em muita coisa! A oração deve ter uma energia poderosa. Acredite e confie!

    ResponderExcluir
  10. Fantástico!!!

    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderExcluir
  11. Minha querida, isso só prova que por filhos somos capazes até denegar nossas próprias crenças (ou a falta dela).

    ResponderExcluir
  12. Inaie eu sou uma pessoa religiosa, mas super aberta a todo tipo de opnião e crença e até a ausencia dela (meu marido é ateu), e acredito que fé é acima de tudo boas vibrações que sim fazem um efeito inacreditavél na vida de todos nós. Que a Lia nunca mais sinta dores e se cure logo desse problema.

    Beijao

    ResponderExcluir
  13. O importante é que ela está bem.
    [E que não dê mais sustos nos outros]
    Amém!

    ResponderExcluir
  14. Querida Inaie
    Fiquei feliz com esta postagem, que acaba sendo um testemunho vivo de que Deus pode sim todas as coisas.
    E eu tenho certeza de que Ele fará ainda muito mais por ela e por voces... Ele não faz nada pela metade...a Lia vai ficar completamente boa...eu creio!

    beijinhos na Lia...e pra vc tambem
    Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

    ResponderExcluir
  15. Inaie, sou irmã da Tina do Meu Cantinho na roça.Moro a 140 quilômetros de distância da minha querida irmã. Por telefone ela me contou o que estava acontecendo com a Lia e pediu para que orássemos por ela. Naquele mesmo dia, à tarde, tivemos reunião de oração na Igreja. Um grupo de senhoras se reuniu e a partir de então temos orado constantemente pela Lia. Damos Graças a Deus pelo que Ele fez e fará na vida da Lia e de toda sua família. Nosso Deus é maravilhoso , para Ele nada é impossível. Basta CRER. Basta ter FÉ. Basta ENTREGAR, CONFIAR e ESPERAR. Grandes e maravilhosas coisas Ele ainda fará por vocês. EU CREIO. Louvo a Deus pelas melhoras da Lia. Ela ficará curada, em Nome de Jesus. Amém !! Abraços ! Deus vos abençoe !! Alva e Anibal

    ResponderExcluir
  16. Rá! Eu só li isso hj (vc deve ter visto que minha vida deu "aquela" mudada, tô cheia de trabalho e até mesmo na internet, mas não com liberdade para ler o que eu quiser (incluindo blogs dazamigas)!
    Mas, continuando, eu só li isso hoje, não sei que dia exatamente aconteceram esses "grupos de oração", mas garanto que, daqui de longe, eu ´participei de algum deles!
    Orei pela Lia, "a sério", lembrando de quando meu filhote operou a coluna e do meu desespero. Então... oração pra mim é lugar-comum, eu oro até pra encontrar vaga de estacionamento, e vou te contar, Ele se importa.
    Tem uma canção "das antigas", que diz assim:
    "Meu pequeno mundo chamou-te a atenção, nem mesmo posso entender!
    Milagres sei que acontecem a alguém como eu,
    No instante que ousamos rer em Deus,
    Pois somos o alvo do seu grande amor..."
    (Joga no youtube "Meu pequeno Mundo - Vencedores por Cristo" e ouça, é linda. Mexe bastante comigo desde a minha adolescência, e... acho que é por isso que eu acredito: Ele já deu muuuuitas provas.

    Beijo enorme, e continuo no grupo de oração!

    ResponderExcluir
  17. A música:
    http://www.youtube.com/watch?v=gl80gQR_OfM

    ResponderExcluir
  18. Essa é a versão original, a que eu ouvi 1488 vezes ou mais, mas o outro vídeo dá pra entender melhor a letra, e tem legenda
    http://www.youtube.com/watch?v=1WvriQTFKkE

    ResponderExcluir
  19. Não tem como vc não acreditar em coisas que acontecem quando na verdade não deveria acontecer... a verdade é que muitas das coisas são psicológicas, mas o que na teoria não deveria ter cura e acaba tendo, é dado como milagre e acredito que milagres acontecem... aconteceu 2x na minha família... Não tem como vc ficar descrente de certas coisas.

    Kisu!

    ResponderExcluir
  20. Ah, Inaie, eu tô atrasada um monte de posts, mas esse aqui eu tive que comentar, pois estava justamente querendo saber de sua filhota.
    Fico feliz que a fé de vocês tenha se traduzido em cura para ela. que bom!
    Mas, eu não sabia dessa de oração pelo Face. que interessante e legal!
    beijos cariocas

    ResponderExcluir