sexta-feira, outubro 6

Amigo é coisa prá se guardar...





Hoje meu coração aordou todo pimpão.
Há anos eu sigo uma amiga nas redes sociais. Nós nos conhecemos em um navio há 20 anos atrás.
Ela tinha três meninos - entre 5 e 8 anos e a Anita era uma bebéia de três meses.
Eu me mudei de país e o nosso contato ficou restrito ás redes sociais. Vi os meninos crescerem, se fomarem, dois se casaram. Fui acompanhando tudo á distancia. Vibrando com cada conquista, celebrando cada vitória.
Aí ontem não me aguentei e mandei uma mensagem pro Marcelo, o filhote mais velho, que hoje tem 28 anos.
Marcelo, você não deve se lembrar de mim. Sou Amiga da sua mãe e te conheci num Cruzeiro. Você devia ter uns 8 anos. O tempo passou, eu nem vi.
Agora eu abro o Facebook e vejo você, todo grown up, viajando, trabalhando... É uma sensação estranha, vejo o homem e me lembro do menininho.... Mas queria mesmo te dar um beijo e dizer que fico aqui, torcendo por você, brincando de Tia torta á distancia...

Vocês não imaginam a alegria que eu senti quando veio a resposta -

- Hahahaha..como eu poderia nao lembrar..1997..lembro das suas 2 filhas e do Fabio tbm

 Conversamos um tempão, eu o apresentei para a Anita que está tentando uma vaga no curso de direito e até pedi para ele deixa-la assistir uma de suas aulas no Brasil.

O menininho introvertido, de olhos curiosos e raciocínio rapido é hoje um homem feito. O advogado e professor de direito, prá mim, vai ser sempre aquela criancinha que eu conheci em 1997.

Fiquei feliz de ter escrito para ele. Muito mais feliz de saber que ele se lembra de nós.
Isso só me confirma a teoria de que os laços não se desfazem ao vento!

4 comentários:

  1. Vc ainda tem dúvidas que tem laços que realmente o vento não desfaz???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que não. Mas o Marcelo era um menininho. Nunca imaginei que ele se lembrava de nós...

      Excluir
  2. Grande verdade, que sua história confirma,
    Um abraço. Élys.

    ResponderExcluir